Capa da vitória: Pró Lituânia livre, o maior abaixo-assinado da História

Pró Lituânia livre, o maior abaixo-assinado da História

Em junho de 1990, Mikhail Gorbachev, Secretário Geral da URSS, em represália pela declaração unilateral de independência da Lituânia, promoveu um bloqueio econômico contra o sofrido país: interditou seus portos e acessos terrestres e cortou-lhe os suprimentos de petróleo e de gás.

Essas e outras brutalidades, como também o silêncio das potências ocidentais, levaram o Prof. Plinio a lançar um abaixo assinado pela libertação da “Terra de Maria”.

Essa campanha, abrangendo 26 nações, era o sinal esperado pelo Presidente Vytautas Landsbergis, e hipotecava todo o apoio à causa da independência da Lituânia.

Em 130 dias de campanha, iniciada a 31 de maio de 1990, as TFPs e Bureaux-TFP reuniram, em 26 países, 5.218.520 assinaturas, que o Guiness Book of Records de 1993, anuário inglês mundialmente conceituado, afirmou ter sido o maior abaixo-assinado até então realizado no mundo.

Os microfilmes deste abaixo-assinado foram levados a Vilnius por uma Comissão inter-TFPs, constituída de onze membros e presidida por Dr. Caio Vidigal Xavier da Silveira.

A Lituânia estava salva, a URSS levou um golpe certeiro e o efeito dominó foi a causa da libertação de tantas nações cativas.

Compartilhe essa epopéia