Repúdio à blasfêmia da Gaviões da Fiel no Carnaval 2019

06 Março, 2019

Compartilhe esta petição:

Para chocar os Cristãos às vésperas da Quaresma, Escola de Samba sacrilegamente blasfema contra Nosso Senhor Jesus Cristo

Zombando da Fé, “Gaviões da Fiel” mostra o demônio arrastando e vencendo nosso divino Redentor

Na madrugada do último domingo, dia 3 de março, a escola de Samba Gaviões da Fiel mostrou Satanás pisando, arrastando e, por fim, derrotando o Filho de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo.

O intuito era claro e foi declarado descaradamente pelo seu idealizador, o coreógrafo Edgar Junior: “O foco era esse mesmo, era chocar! Acho que a gente alcançou o nosso objetivo, que era mexer com essa polêmica de Jesus e o diabo, com a fé de cada um[i].”

Não é de hoje que os desfiles das escolas de samba, cada vez mais, procuram agredir o senso moral e religioso de milhões de brasileiros. Todavia, agora se ultrapassou uma barreira até então ainda desconhecida.

Publicamente, Satanás foi aplaudido enquanto vencia o Redentor do Mundo. Aquele que escravizou a humanidade, desfilava, vitorioso, no meio da euforia de uma multidão que presenciava a derrota de seu Libertador.

Se por parte de alguns houve aplausos, por parte de outros houve uma inércia culposa diante da blasfêmia que se praticou, uma indiferença inaceitável diante de Deus!

Assine já, no formulário ao lado, o protesto que será enviado aos diretores da Gaviões da Fiel!

São Luís Maria Grignion de Montfort, o grande santo amigo da Cruz, em sua Oração Abrasada, diz: “Vossa divina fé é transgredida; Vosso Evangelho desprezado; abandonada Vossa religião; torrentes de iniquidade inundam toda a terra, e arrastam até os Vossos servos; a terra toda está desolada…; a impiedade está sobre um trono, Vosso santuário é profanado, e a abominação entrou até no lugar santo. E assim deixareis tudo ao abandono, justo Senhor, Deus das vinganças? Tornar-se-á tudo afinal como Sodoma e Gomorra? Calar-Vos-eis sempre? Não cumpre que seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no céu, e que a nós venha o Vosso reino? … Não Vos clamam todos os santos do céu: ‘Justiça! Vindica?’ Não Vos dizem todos os justos da terra: Amen, veni Domine? Não gemem todas as criaturas, até as mais insensíveis, sob o peso dos inumeráveis pecados de Babilônia, pedindo a Vossa vinda para restabelecer todas as coisas?” (grifos nossos). E finalmente clama São Luís: “Erguei-Vos, Senhor! Por que pareceis dormir? Erguei-Vos em Vossa onipotência, em Vossa misericórdia e em Vossa justiça[ii]…”.

Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, reproduzindo tais palavras de fogo de São Luís M. G. de Montfort, não poderia deixar de manifestar, dentro da lei e da ordem, seu absoluto repúdio ao que se praticou neste Carnaval em S. Paulo.

Em união com todos aqueles que se sentiram ultrajados por esse ato infame, em espírito de oração e de reparação, pedindo a intercessão da Santíssima Virgem, aquela de quem a Sagrada Escritura diz: “Quem é esta que surge como a aurora, bela como a lua, brilhante como o sol, temível como um exército em ordem de batalha?[iii]”, o IPCO faz suas as palavras de São Miguel ao enfrentar a revolta igualitária de Lúcifer: “Quis ut Deus”, isto é: Quem é como Deus?

O Brasil, em 2018, se livrou de uma seita socialista, mas ainda não se libertou das conseqüências dessa mentalidade anticristã que penetrou em todos os ambientes sociais. O satanismo que vai se afirmando nada mais é do que uma conseqüência dessa visão igualitária, que busca derrubar toda superioridade e não descansará enquanto não atingir o próprio Deus.

Confiantes na certeza da vitória, nessa certeza que deriva da Fé em Deus, o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira conclama os brasileiros desta Terra de Santa Cruz, aqueles que tomaram as ruas de verde e amarelo, para que se manifestem contra essa blasfêmia, que não se omitam quando a honra de Nosso Senhor Jesus Cristo é ultrajada.

Quem der testemunho de mim diante dos homens, também eu darei testemunho dele diante de meu Pai que está nos céus. Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai que está nos céus[iv].”

São Paulo, 6 de março de 2018, Quarta-feira de Cinzas

Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

Assine já, no formulário ao lado, o protesto que será enviado aos diretores da Gaviões da Fiel!


[1] Folha Patoense, 4/3/2019, (http://www.folhapatoense.com/2019/03/04/jesus-versus-diabo-coreografo-da-gavioes-diz-que-objetivo-era-chocar-e-mexer-com-a-fe-veja-videos/). Ver também a entrevista dos envolvidos, no Youtube: https://youtu.be/cHY7Qk3lg6M

[2] São Luís Maria G. de Montfort, Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, Vozes, inúmeras edições.

[3] Cântico dos Cânticos, 6, 10 (https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/cantico-dos-canticos/6/)

[4] São Mateus, 10, 32-34 (https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/sao-mateus/10/)

Assine Já

9.764 Apoiantes

Objetivo 10.000

Nota: Ao assinar, você aceita receber atualizações do IPCO. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Política de Privacidade

A luta começa com você.

Não esqueça de compartilhar esta petição.